depo 25 bonus 25 bebas ip depo 25 bonus 25 bebas ip depo 25 bonus 25 bebas ip depo 10 bonus 15 slot bonus new member 100 rtp slot gacor hari ini daftar slot via dana situs judi bola resmi rtp slot live
SBOBET slot dana

Projetos Sociais é tema da primeira capacitação do projeto Cartório Cidadão Solidário

O projeto Cartório Cidadão Solidário, uma inciativa da Associação dos Notários e Registradores do Estado do Rio Grande do Sul (Anoreg/RS) e do Fórum de Presidentes das entidades notariais e registrais gaúchas, executada pela Fundação Semear, teve sua primeira capacitação realizada nesta quinta-feira (14.07), com o tema “Projetos Sociais”.

Na abertura do encontro, a gestora da Fundação Semear, Helena Thomé, agradeceu a presença de todos participantes. “Muito feliz com a presença de todos nessa primeira capacitação, uma capacitação muito importante para saber como organizarmos projetos sociais. Um projeto muito bacana e que temos uma expectativa muito grande com os resultados, contribuindo com a comunidade. O nosso objetivo é entregar depois esse aprendizado”, destacou Helena.

O encontro tem como objetivo capacitar os participantes para entenderem o processo de construção de projetos coerentes com as demandas sociais, de forma consistente, alinhando o conteúdo às oportunidades identificadas junto à comunidade. A metodologia utilizada favorece a visualização das diversas fases de um projeto, desde a concepção da ideia até a avaliação final.

“Esse é um projeto bem inovador por ele reunir uma categoria toda de notários e registradores no estado inteiro, com a ideia de fomentar a prática da responsabilidade social. É um projeto que estamos muito felizes em fazer parte, na certeza que vai ser uma caminhada muito legal que vamos ter juntos”, salientou a assessora de Comunicação e Articulação, Márcia Bernardes.

Para a secretária executiva da Anoreg/RS, Fabiana Teixeira, “os cartórios possuem papel essencial na prestação dos serviços extrajudiciais, e agora com o projeto cartório cidadão solidário, podem buscar cada vez mais o desenvolvimento neste caminho social, que é tão relevante para as comunidades locais que mais necessitam”, apontou Fabiana.

A facilitadora da capacitação foi Jeane Kich, mestre em Ciências Sociais pela Unisinos, e consultora em projetos socioambientais, sendo os trabalhos mais recentes desenvolvidos junto à Liga Feminina de Combate ao Câncer de Canoas, Associação Pestalozzi, Associação Chimarrão da Amizade e Projeto Arroio Araçá. “É um prazer estar com vocês falando sobre noções na elaboração e apresentação de projetos sociais. Parabéns pela iniciativa de uma classe envolvida nas ações de responsabilidade social”, apontou Jeane.

O conteúdo abordou o diagnóstico e identificação de oportunidades; o que são projetos sociais, elaboração, planejamento e principais etapas do projeto; o modelo de projeto e apresentação alinhada ao financiador; e a análise de projetos, considerando a coerência de sua redação e apresentação.

O Cartório Cidadão Solidário é um projeto social de notários e registradores do Rio Grande do Sul, pensado a partir da percepção da importância do papel cidadão das serventias. É um projeto inovador e tem o mérito de levar para toda a categoria o fomento da prática da responsabilidade social, a possibilidade de qualificar as ações existentes e a disponibilização de conhecimento sobre as temáticas. É uma iniciativa que fortalece os cartórios e registros, aproxima as serventias da comunidade onde estão inseridas, promove melhoria da qualidade de vida e, acima de tudo, fortalece a cultura da participação social, que transforma realidades e promove o desenvolvimento social.

Entre as ações do projeto está a realização de capacitações sobre temas relacionados com a prática social. Os eventos são gratuitos e voltados para a categoria extrajudicial e demais interessados no tema.

Ainda não faz parte do projeto? então faça a adesão clicando neste link. A próxima capacitação acontece no dia 28 de julho, das 17h30 às 19h, e será sobre Balanço Social. Inscreva-se gratuitamente neste link.

Fonte: Assessoria de Comunicação